Projeto Cuidar

A Apae oferta seus serviços a pessoas com deficiência e suas famílias em todo o município de Novo Hamburgo. Assim, na maioria dos casos, a Apae está geograficamente distante da comunidade onde o seu usuário reside e convive. Isto dificulta intervenções que possam ampliar a rede de cuidados e atenção nos territórios. Em muitas situações, encontramos famílias referenciadas aos serviços da Apae, mas não referenciadas nos serviços do seu território, como os serviços de saúde e assistência social. Este falta de referenciamento possibilita a desproteção social. Sobre esta realidade, percebemos a necessidade de fortalecer a rede de serviços a estas famílias, por meio de um trabalho descentralizado da Apae nos territórios.

O Projeto Cuidar se refere ao atendimento descentralizado, ou seja, ocorre nos territórios com a finalidade de facilitar o vínculo entre usuários e serviços, sendo necessária a concretização de parcerias com outros serviços locais a fim de facilitar a inclusão dos sujeitos e/ou famílias em espaços de cidadania (NASCIMENTO, CARVALHO, 2009). Os acompanhamentos territoriais visam facilitar a criação de uma rede de suporte social na promoção da qualidade de vida. O papel do psicólogo junto ao de outros profissionais, vem a ser, então, o de viabilizador de direitos através de práticas que promovam o debate na direção da autonomia e do protagonismo dos usuários.

O Projeto tem por objetivo Proporcionar acompanhamento às famílias apaeanas nos seus territórios, ampliando as possibilidades de cuidado da rede ampliada socioassistencial.